inbenta sms

SMS: como utilizar mensagens sem perturbar

Ferramenta de envio de mensagens ameaçou queda, mas se manteve firme e útil em tempos de WhatsApp

O WhatsApp é, sem dúvida, a ferramenta mais utilizada hoje na comunicação pessoal, com uso crescente no relacionamento entre as empresas e seus públicos. No entanto, ele ainda não tirou de cena uma ferramenta mais antiga e que também está atrelada ao celular: o SMS.

Em termos de negócios, há dois tipos principais de SMS: Corporativo e Marketing. No primeiro caso, a ferramenta é usada por uma empresa como forma de comunicação com os clientes, funcionários e/ou parceiros, como aquele que o banco que informa em tempo real sobre uma compra realizada. Ou seja, há um interesse claro da pessoa em receber aquela mensagem.

Já o SMS Marketing tem, como o nome diz, o objetivo de promover um serviço ou produto. Por registrar taxas de abertura muito mais altas que um e-mail, o SMS é bastante explorado por companhias de telefonia, varejo e aplicativos de transporte, entre outras.

Empresas piratas enviam spam

O problema em torno do SMS Marketing é que algumas empresas cometem abusos e desrespeitam o consumidor, propagando o odiado spam. Segundo a entidade AMARBRASIL, há dezenas de empresas piratas em atuação no Brasil que se beneficiam da ausência de regulamentação do setor e até mesmo do desconhecimento de quem contrata o serviço.

Se você pretende contratar uma ferramenta de envio de SMS Marketing, a primeira coisa a fazer é verificar se a prestadora possui homologação junto às empresas de telefonia. Em caso de dúvida, verifique o número utilizado no envio: os oficiais são compostos por 3 a 6 dígitos. Se houver mais do que isso, o risco de a empresa ser pouco confiável é grande.

Além disso, é preciso seguir as boas práticas do uso do SMS em sua campanha:

SMS para quê?

O SMS é uma ferramenta de comunicação valiosa para determinados tipos de negócios, pois é visto pela maioria das pessoas pouco tempo após o recebimento. No entanto, é fundamental determinar com qual objetivo ele será usado e sempre respeitar as boas práticas, ainda que não haja uma regulamentação específica sobre o assunto.  

Potencialize o seu autoatendimento. Fale com a Inbenta e encontre a melhor solução para o seu negócio!

 

 

by Adriano Bertin