Jordi Torras na Inbenta Brasil - tendências de tecnologia

Inbenta Brasil realiza evento sobre as tendências de tecnologia e atendimento

O evento direcionado para clientes e parceiros contou com palestras de representantes da GOL e Startse. Jordi Torras, CEO da Inbenta, também contribui com seu ponto de vista

Na quinta-feira, 31 de outubro, a Inbenta Brasil realizou um evento sobre tendências de tecnologia em sua sede em São Paulo. Aproveitando a vinda de Jordi Torras, CEO da empresa, no Brasil durante a semana passada, a Inbenta convidou seus clientes e parceiros para uma noite de palestras e comes e bebes. 

Carolina Trancucci, Head de Produtos e Relacionamento com o Cliente, abriu a noite contando a sua experiência trabalhando na GOL. Ela comentou como a parceria com a Inbenta tem ajudado na resolução de problemas mais simples. O que tem resultado em uma liberdade cada vez maior para a equipe humana da companhia. Carolina ainda contou que a Inteligência Artificial da GOL responde aproximadamente 5.3 milhões de perguntas por ano. 

Em seguida, Cristiano Kruel falou sobre tecnologia e inovação. Kruel é Head de Inovação da Startse desde 2016 e também trabalha com scouting de startups para investidores e corporações.

Fechando a rodada de palestras, Jordi Torras fez um discurso sobre o mercado de inteligência de autoatendimento. Ele também explicou um pouco sobre a ferramenta da Inbenta de Processamento de Linguagem Natural, e como ela se diferencia de várias outras empresas do mercado atualmente.  

O CEO da Inbenta já começou sua palestra diferenciando os diversos tipos de inteligência – artificial e humana. Jordi até fez uma comparação com as altas expectativas que as pessoas depositaram na Inteligência Artificial durante o início da década de 70, e que acabaram não sendo realizadas até o momento. 

Outro ponto alto da apresentação de Jordi foi a questão da necessidade de muito treinamento dos chatbots para obter uma excelência na compreensão de perguntas de usuários. Como aconteceu na semana anterior no evento da Startse, ele comentou como um robô de atendimento pode (ou não) enfrentar dificuldades para compreender uma pergunta de usuário. Isso faz com que alguns deles, ao contrário da Inbenta, demande um longo e exaustivo treinamento.

Depois das palestras sobre tendências de tecnologia, o público presente desfrutou de um buffet com inspiração ibérica. Regado a muito vinho e tapas, o networking encerrou a noite em um clima muito prazeroso.

Inbenta Team
by Inbenta Team