faq google

Google e FAQs: atualização alerta sobre conteúdo repetitivo

O uso de FAQs, quando causador da criação de diversas páginas sobre o mesmo assunto, está sendo desencorajado pelo Google

O Google atualizou as boas práticas para uso de FAQ. A notícia é muito importante para quem visa utilizar o autoatendimento para melhorar o desempenho nas SERPs (Search Engine Results Page). Isto é, o topo das páginas de resultados de busca.

A principal informação que está inserida na atualização do Google diz respeito a conteúdo repetido nos sites que usam FAQs. Basicamente, o buscador está desencorajando a criação de diversas páginas que respondem a mesma pergunta.

“Se você tiver um conteúdo de Perguntas Frequentes repetitivo em seu site (ou seja, a mesma pergunta e resposta aparecerem em várias páginas do seu site), marque apenas uma instância dessas perguntas frequentes para todo o site.”

Na prática, o Google está reforçando o quão importante é gerar e administrar um conteúdo otimizado, claro e organizado para usuários que realizam buscas. Porém, não só isso. Isso porque essas recomendações também se aplicam nas plataformas de autoatendimento, mesmo fora do buscador. Algo que a Inbenta já apontou neste ebook.

Para entender o impacto dessa atualização, repare no exemplo fictício abaixo:

Google e FAQs
Google-e-FAQs
Exemplos de perguntas repetidas inclusas em dois artigos diferentes


No caso acima, há duas páginas publicadas: uma falando sobre inteligência artificial e outra sobre chatbots. No entanto, os dois conteúdos respondem três perguntas idênticas:

  1. Como funciona a Inteligência Artificial?
  2. O que é Inteligência Artificial?
  3. O que é chatbot?

A recomendação do Google é que as perguntas sejam respondidas em um único artigo. Ou seja, que a FAQ seja inclusa em uma página única.

Falando de conteúdo para mídia online, a sugestão do buscador é obviamente pertinente. No entanto, pensando também no autoatendimento, o melhor caminho é concentrar todas as informações da FAQ em uma ferramenta, inserida também em uma página única.

Veja aqui como isso pode funcionar

by Adriano Bertin