Vantagens e Oportunidades inteligência artificial

Desafios e oportunidades da Inteligência Artificial

A IA está em nossos smartphones, nas empresas e na indústria. Mas seu avanço também provoca reflexões importantes

Assistentes virtuais que sabem o que você costuma comprar, buscadores da internet que entendem o que você está procurando, redes sociais capazes de identificar quem são as pessoas em uma foto.

Graças à Inteligência Artificial (IA) tudo isso já faz parte da nossa rotina. Ao lado do machine learning (aprendizado da máquina) e da Internet das Coisas, a IA é uma das tecnologias responsáveis pela nova onda de transformações globais, atingindo da indústria às nossas casas.

O impacto é amplo e, como toda nova tecnologia, pode trazer tanto benefícios quanto problemas a serem enfrentados. Muitos deles nós ainda desconhecemos – podemos somente supor. Veja, então, alguns dos pontos discutidos sobre os desafios e as oportunidades gerados pelo avanço da IA:

Oportunidades

A aplicação mais conhecida da IA é em robôs que substituem humanos em serviços repetitivos e na análise de um grande volume de dados. As empresas e a indústria também contam com esta tecnologia para reduzir erros e atender ao consumidor 24 horas por dia, reduzindo custos, aumentando a produtividade e melhorando o serviço de atendimento ao cliente.

Mas e na qualidade de vida? Saiba que o impacto da IA vai muito além de poder contar com uma assistente virtual no smartphone. Na saúde, ela contribui para a prevenção de doenças e para o aperfeiçoamento de diagnósticos e tratamentos. Na educação, ajuda a identificar e a sanar dificuldades de aprendizado, desenvolvendo ações personalizadas para que nenhum aluno fique para trás.

Desafios

O mercado de trabalho já está lidando com um desafio: a demanda por especialistas em IA é maior do que a disponibilidade de profissionais. Por outro lado, algumas profissões fecham postos de trabalho na medida em que as pessoas são substituídas por máquinas cada vez mais inteligentes.

Um desafio tão ou mais grave envolve questões morais e os riscos de uma IA tendenciosa e até mesmo preconceituosa. Em relação aos carros autônomos, por exemplo, são famosos os testes sobre quem o veículo deve sacrificar em caso de acidente: o motorista ou a outra vítima? Faz diferença se a pessoa ameaçada é uma criança, um idoso ou uma grávida?

No ambiente virtual, o mundo conheceu, em 2016, o que foi, possivelmente, o primeiro robô preconceituoso. Tay, o chatbot criado pela Microsoft para interagir com os jovens nas redes sociais, virou alvo de trolls e, em menos de 24 horas, reproduziu o que há de pior na internet, agredindo negros, mulheres e judeus.

Por mais que as empresas consigam contornar os trolls, há uma questão mais complexa resultante do viés inconsciente, uma vez que robôs são desenvolvidos por seres humanos dotados de opinião, crenças e valores.

Para grande parte dos especialistas da área, estamos ainda nos primórdios da Inteligência Artificial. Outras oportunidades devem surgir, assim como novos desafios e outras formas de enfrentá-los.

Quer saber mais acerca de como integrar Inteligência Artificial no seu negócios? Fale com o time da Inbenta no Brasil.

Inbenta Team
by Inbenta Team